NINHO

Rua Atlas, 280 – Vale do Sol/Nova Lima

Informações e agendamento de visitas ligar para 3879-3776 de 9:30`as 16:00 falar com Michele secretária ou mandar email para ninho.jardim@gmail.com







terça-feira, 18 de agosto de 2015

Curso da boneca Articulada

Vem aí, em setembro, imperdível: Curso da boneca articulada, com Nina Veiga! 

Uma parceria do Ninho - Jardim de Infância e Aracê Escola

Oficina da boneca + Reflexões sobre a brincadeira + Revolução de idéias + Descobrir-se e superar-se! 
Merecemos redescobrir nossa capacidade de realizar coisas lindas com as próprias mãos, principalmente em se tratando de brinquedos.







Investimento: 
540 reais
com material, apostila, moldes, certificado e 4 coffeebreaks.
Divida o valor no cheque da forma como preferir ou no cartão pelo PagSeguro.

Não deixe de fazer a oficina por questões financeiras!
Entre em contato e organize uma maneira de participar.


Faça sua reserva, vagas limitadas!


Para falar diretamente com Nina Veiga sobre questões pedagógicas:
32 9113 17 48 (Tim)

Sobre Nina Veiga:


Ana Lygia Vieira Schil da [Nina] Veiga, doutora em educação é escritora e educadora Waldorf, com oficinas e workshops ministrados em diversos países e no Brasil. Há mais de vinte anos, em seu atelier pedagógico-terapêutico, além de peças e instalações na arte do fio, cria brinquedos inspirados no conhecimento antroposófico, levando em conta a imagem ampliada do ser humano e as necessidades da criança contemporânea. Valoriza o trabalho das mãos em contato com materiais e concepções que possibilitem a composição de uma ética, de uma estética e uma política que promova a vida de qualidade. Mestre em Cultura e Linguagem e psicopedagoga artística, doutorou-se pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Universidade de Lisboa. É investigadora das artes-manuais no IELT, Instituto de Estudos de Literatura Tradicional, da Universidade Nova de Lisboa. Desenvolve trabalhos de formação pessoal e oferece suporte a bonequeiras que queiram se tornar profissionais no Brasil e no exterior. Suas oficinas associam o saber teórico-conceitual, o ativismo social pela infância e pelo brincar às artes manuais como modo de existir e ação de sustentabilidade planetária.

Uma Escola de Ensino Fundamental para a região do Vale do Sol!

Os passarinhos do nosso Ninho já tem um destino certo: a aurora de cada dia! É que vem chegando para a região do Vale do Sol uma nova escola de ensino fundamental chamada Aracê: palavra em tupi que fala do nascer do sol a cada dia, da aurora. Uma escola que vem nascendo do trabalho muito intenso e corajoso de alguns pais e apoiadores, no sentido de dar continuidade no âmbito do ensino fundamental, ao trabalho feito pelo Ninho no ensino infantil. Uma escola cheia de vida e ações conjuntas, como deve ser! 


terça-feira, 12 de maio de 2015

terça-feira, 21 de outubro de 2014

terça-feira, 29 de julho de 2014

A construção dos bonecos da família em Belo Horizonte



Bonecos Família em Belo Horizonte:


Nossa oficina fornece todo o material e cada participante faz uma família com 4 personagens articulados e um bebê.

Não é somente uma oficina técnica, pois associa, segundo a tradição antroposófica, o pensar e o sentir ao processo da confecção (fazer).


Nossa intenção é, enquanto costuramos, conversar sobre a configuração familiar na contemporaneidade.  Pensaremos juntos nos desafios a que somos convocados a enfrentar diante da ideia de família. Buscaremos fazer uma genealogia do conceito de família, na procura de perceber até que ponto a ideia de família se distingue da família factual.

Buscamos afirmar a potência das relações e, deste modo, favorecer um modo de existir saudável que busca evitar a perpetuação de conceitos aprisionantes.


Falaremos também sobre a concepção estética dos pequenos bonecos flexíveis e suas características para o brincar.

A  Oficina é destinada ao público em geral a partir dos 18 anos.

O embasamento teórico é ampliando pela antroposofia.

Objetivo do curso:

Possibilitar o contato com a concepção estética Waldorf do brinquedo.
Conversar sobre os desafios da família contemporânea.
Trabalhar a sensibilização manual através da construção de bonecos.

Confeccionar uma família flexível  inspirada na Educação Waldorf com quatro personagens entre 12 e 15 cm e um bebê.

Data: 8, 9 e 10 de agosto de 2014.

Duração: 20 horas/aula, sendo 18 horas presenciais + 2 horas apostiladas.

Horário: Sexta-feira, das 19h30 às 22h; sábado, das 8 às 18h; domingo, das 8 às 13h30.

Oferecemos:
Material completo, instruções impressas e moldes, certificado

Investimento: 470 reais
com material, apostila, moldes, certificado e 4 coffeebreaks.



Pagamento parcelado em até 4 vezes no cheque ou com cartão pelo PagSeguro

Não deixe de fazer a oficina por questões financeiras!
Entre em contato e organize uma maneira de participar.

Inscrições abertas

Faça sua pré-inscrição ou  solicite ficha de inscrição por email: ninaveiga@ninaveiga.com.br

quarta-feira, 16 de julho de 2014

A hora de tirar a fralda


Conversa sobre desfralde


Queridos pais,

Convidamos a todos para uma conversa sobre como e quando fazer o processo de tirar a fralda das crianças, baseada nos fundamentos da filosofia Emmi Pikler.
Este é um importante e delicado assunto que merece nosso olhar e reflexão.
Esse evento é aberto ao público e a entrada é gratuita.

Sábado: dia 19 de Julho
De 9:30 às 11:00
Local: Ninho Jardim de Infância
Profa. Bianca: Nível 1 e 2 the Pikler Summer Course - 2010/2014  in English by the Pikler Institute in Budapest, Hungary.  
                         Formação no Seminário de Pedagogia Waldorf -BH
                         Artes Plásticas com Licenciatura- Escola Guignard

sexta-feira, 30 de maio de 2014

sábado, 24 de maio de 2014

Aniversário do Ninho 6 anos!


Hoje comemoramos 6 anos de existência do Ninho com um delicioso piquenique.
Desejamos muitos anos de vida ao nosso jardim e que muitas crianças possam brincar aqui
Que assim seja!





terça-feira, 20 de maio de 2014

Quitutes da Vovó Sandra!


Em nosso Ninho temos uma vovó muito querida! 
A Vovó Sandra sempre vem nos visitar com muita alegria e como toda vovó, sempre tem um biscoitinho e um colinho quentinho para dar.
Venham se deliciar nas oficinas de quitutes da Vovó Sandra.





terça-feira, 6 de maio de 2014

Bazar no Ninho!


No dia 09 de abril nossa lojinha foi inaugurada com muito sucesso. Acontecerá de novo este mês, agora com a participação de algumas mães que se reuniram para confeccionar lindos brinquedos feitos à mão. A lojinha contará sempre com um bazar de roupas usadas mas em bom estado, nossas e das crianças, que pudermos doar. E além disso com um espaço de pais e afins que queiram mostrar seu trabalho. É uma oportunidade para todos encontrarem presentinhos, lembranças e artigos feitos carinhosamente por mãos conhecidas e habilidosas.


Todo o dinheiro arrecadado irá para o término da limpeza do parquinho e início da horta!!! Queremos fazer uma horta linda, orgânica e saborosa para os pequenos.



segunda-feira, 5 de maio de 2014

Sexta Feira, dia 09 de maio!!!
 Lojinha de Pais e Bazar (adulto e infantil)

segunda-feira, 10 de março de 2014

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Respeito pela liberdade de movimentos


A importância da liberdade de movimentos no desenvolvimento da primeira infância - parte 1-

Há mais de 50 anos, as investigações da pediatra húngara Emmi Pikler a levaram à conclusão de que todo ser humano saudável nasce com a capacidade de se desenvolver “sozinho”, sem a influência direta do adulto.

Segundo ela, não se deve colocar um bebê em uma posição que ele ainda não conquistou sozinho.

O que isso quer dizer?

Um recém-nascido deve permanecer de barriga para cima até que ele, sozinho, consiga virar de bruços. Um bebê que não virou de bruços não deveria ser colocado de bruços. Um bebê que ainda não consegue sentar-se sozinho (isto é passar da posição deitado para sentado) não deveria ser colocado sentado rodeado de almofadas e apoios. Um bebê que ainda não levantou, não deveria ser colocado de pé. Um bebê que ainda não andou, não deveria ser estimulado a andar, dando-lhe as mãos como apoio para facilitar que ele ande.

Estas posições, pelas quais o bebê passa entre estar de barriga para cima e andar, são grandes conquistas e quando respeitadas, quando é dado tempo para que cada bebê se desenvolva, são oportunidade para inúmeras tentativas, exercício para a força de vontade e principalmente fruto de muito, muito fortalecimento muscular.

Por que deixar ele se esforçar e tentar vencer tantos desafios “sozinho”?

Primeiramente porque todo bebê quer se movimentar livremente, quer tentar, tentar, tentar até conseguir. Nós, adultos, fomos perdendo aos poucos nossa força de vontade e nos esquecemos de como é bom conseguir “andar pelas próprias pernas.” Ajudar o bebê não é facilitar sua vida, não é realizar por ele o que ele é capaz de realizar sozinho. Ajuda-lo é proporcionar um ambiente, roupas e brinquedos adequados à sua idade e determinadas condições afetivas. (Explicarei esses pontos no texto parte 2)

Em segundo lugar, existe o benefício do ponto de vista físico. Rodar, se arrastar, as torções do tronco, de barriga para cima e engatinhar, preparam a musculatura do corpo para mais tarde sentar, ficar de pé e andar.
Isto é, naturalmente o corpo do bebê, ao se movimentar livremente, vai fortalecer os músculos certos para adquirir as novas posições desejadas por ele. Acontece o contrário quando ele é colocado em uma posição ainda não conquistada, escolhida pelo adulto: ele é obrigado a forçar a musculatura para conseguir se manter nessa posição. Assim acaba tendo que gerar compensações, com esforço de outros músculos, resultando em uma má postura. Além disso, tem que lidar com o sentimento de frustração ou até mesmo o medo por não conseguir se movimentar a partir daquela posição escolhida pelo adulto.

Em terceiro lugar, o benefício do ponto de vista emocional é a segurança que este bebê terá em si mesmo. Sim, pois ao se movimentar sozinho, ele fará inúmeras descobertas sobre seu corpo, conhecerá seus limites e suas capacidades. Toda conquista realizada por ele é registrada emocionalmente, dando-lhe confiança, auto-estima e força de vontade, qualidades muito desejadas no adulto e que são adquiridas, principalmente, nos primeiros anos de vida.

Porque os bebês parecem gostar quando colocamos em posições ainda não conquistadas?
Ex.: um bebê que ainda não sentou e que passa o seu tempo acordado na posição deitada, é colocado sentado rodeado de almofadas. Imediatamente ele gosta da posição, pois dali consegue ver o mundo de uma outra maneira, diferente do que via quando estava deitado. Rapidamente ele se acostuma e não quer mais ficar deitado. Porque? É claro que ver o mundo sentado é mais atrativo e exige muito menos esforço do que estar deitado e ter que se movimentar para conhecer o tudo ao seu redor. A partir daí, esse bebê ficará um pouco dependente do adulto para se distrair, querendo a maior parte do tempo passear no colo e não mais permanecer deitado.
Assim como podemos incentivar a força de vontade no bebê deixando que ele conquiste sozinho seus movimentos, podemos também, incentivar a dependência, a passividade e a insegurança.

Texto: Bianca Bethonico

“A criança que pode mover-se com liberdade e sem restrições é mais prudente, já que aprendeu a melhor maneira de cair; enquanto que a criança superprotegida e que se move com limitações, tem mais riscos de acidentes: porque lhe faltam experiências e desconhece suas próprias capacidades e seus limites.” E.Pikler




segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

O Ninho mudou de galho!

É com grande alegria que comunicamos a mudança de endereço do Ninho Jardim de Infância. 
Continuamos recebendo crianças de 1ano e meio a 6 anos em um ambiente acolhedor, tranquilo e ainda mais protegido. Estamos na mesma árvore (Vale do Sol) e nosso novo galho é a Rua Atlas, n0 280.


Venha conhecer nosso novo Ninho!